Alunos de Planaltina tomam contato com influência espanhola no mundo

, Alunos do Centro de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima produziram releituras de obras de Miró durante visita à Embaixada da Espanha.

O compromisso da Espanha com a educação das novas gerações foi experimentado por alunos do Centro de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima nesta quinta-feira (17). A unidade escolar, de Planaltina, participou de atividades pedagógicas na sede do corpo diplomático do país ibérico, no Setor de Embaixadas Sul.

Alunos do Centro de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima produziram releituras de obras de Miró durante visita à Embaixada da Espanha.
Alunos do Centro de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima produziram releituras de obras de Miró durante visita à Embaixada da Espanha. Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

A iniciativa ocorreu no âmbito do programa Embaixadas de Portas Abertas, que promove intercâmbio de alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal com a cultura de outros países.

Os 30 estudantes foram recebidos pelo conselheiro cultural da Embaixada da Espanha no Brasil, Toríbio de Prado. O diplomata explicou o funcionamento geral do órgão e guiou os jovens pelas dependências do prédio. Por sua vez, o oficial consular Ramón Parés explicou a rotina do consulado e a atribuição administrativa.

Na residência oficial, os estudantes aprenderam sobre a formação do território e a influência hispânica no mundo. Eles descobriram os quatro idiomas oficiais do país, as principais cidades e a atuação da Espanha na fundação de cidades brasileiras, como João Pessoa, na Paraíba.

“O programa amplia os nossos horizontes, a nossa posição no mundo. É importante para sabermos também a importância das cooperações”
Márcia Rollemberg, colaboradora do governo de Brasília

A diretora do Instituto Cervantes, entidade responsável pela difusão da cultura espanhola no Brasil e em Brasília, Rosa Sanchéz, conversou com as crianças sobre a importância de conhecer o idioma.

“O espanhol (ou castelhano) é uma língua relativamente uniforme. É importante lembrar que vocês têm uma zona de língua espanhola bem próxima ao Brasil”, destacou.

Em seguida, os visitantes participaram de atividades lúdicas e conheceram o perfil dos principais pintores espanhóis: Pablo Picasso, Salvador Dalí e Joan Miró.

Uma vez apresentados às icônicas obras de cada artista, os estudantes foram convidados a reproduzir, a partir da memória, os quadros destacados pela assessora cultural da representação diplomática, Maria de Gado.

A criatividade dos participantes foi reconhecida pelo embaixador Fernando Villalonga. “Sejam muito bem-vindos à Embaixada da Espanha. Parabéns pelas pinturas. Vocês são artistas!”, disse.

A construção da identidade é um dos objetivos do programa, como destacou a colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg. “O programa amplia os nossos horizontes, a nossa posição no mundo. É importante para sabermos também a importância das cooperações”, disse.

Para o encerramento da visita, as crianças degustaram uma paella valenciana, à base de legumes e frango.

O que é programa Embaixadas de Portas Abertas

O Embaixadas de Portas Abertas começou, como piloto, em 2015 e foi instituído oficialmente em 9 de agosto de 2017.

A iniciativa é uma parceria da Assessoria Internacional com a Secretaria de Educação e a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) — que leva os alunos às embaixadas.

As representações diplomáticas interessadas em participar podem enviar e-mail para assessoria.internacional@buriti.df.gov.br.

As atividades fazem parte do programa Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

Edição: Vannildo Mendes

, Alunos do Centro de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima produziram releituras de obras de Miró durante visita à Embaixada da Espanha.Atividade desta quinta-feira (17) faz parte do programa Embaixadas de Portas Abertas, que proporciona intercâmbio cultural a estudantes da rede pública de ensino,
Fontes: Politicadistrital / Blogdopoliglota
Author: Maryna Lacerda, da Agência Brasília

Powered by WPeMatico

Comments are closed.