Homem que matou policial no Pará é encontrado na Asa Sul

,

Um dos homens acusados de matar um subtenente da Polícia Rodoviária de Pará, no dia 22 de março de 2016, foi preso pela PM no Distrito Federal nesta quinta-feira (12/7), na Asa Sul. Conhecido como “Xuxu”, Atos Carlos Pimental, 21 anos, estava foragido da Justiça.

Carlos Marcos Pimentel, 47 anos, foi assassinado no bairro do Tenoné, em Belém, durante um assalto. Os bandidos também tentaram matar o filho dele, de 21 anos. “Xuxu” chegou a ser preso e condenado a 41 anos de prisão, mas fugiu durante uma rebelião no Centro Penitenciário de Recuperação do Pará, ocorrida no fim do ano passado.

Desde então, trabalhava como chapeiro em um quiosque de comida em frente à UDF, na 704 Sul, onde foi encontrado. À PMDF, ele homem confessou ter disparado cinco vezes contra o subtenente.

O crime
Câmeras de segurança registraram a ação dos bandidos. Nas imagens, os criminosos chegam de carro e anunciam o assalto enquanto pai e filho trabalhavam na garagem da casa. O subtenente então tenta, sem sucesso, negociar com os assaltantes, que atiram contra o policial e depois o agridem. Na sequência, matam a vítima.

, Atos Carlos Pimentel fugiu de presídio do Belém durante rebelião. No DF, ele trabalhava como chapeiro em quiosque,
Fonte: Metropoles
Author: Victor Fuzeira

Powered by WPeMatico

Comments are closed.