Home / externas / Dracón: A fantasma que assombra a Câmara Distrital

Dracón: A fantasma que assombra a Câmara Distrital

Dracón: A fantasma que assombra a Câmara Distrital

Liliane Roriz (07)

 

Por do Coluna Mino

IMG-20161107-WA0215O gabinete dezesseis no terceiro andar da Câmara Legislativa se tornou um barril de pólvora. Esta semana, foi denunciado com exclusividade pelo site QuidNovi, um forte esquema montado com nepotismo e farra com dinheiro público, comandado pelo homem de confiança e braço financeiro da delatora, deputada distrital, Liliane Maria Roriz. Sandro Rizzo empregou com seu aval, uma verdadeira quadrilha no gabinete, com extensão em vários postos da Câmara Legislativa. Hoje, parece estar acesso o pavio da bomba, prestes a estourar e elucidar toda história rocambolesca da política rasteira no Distrito Federal.

IMG-20161107-WA0261

IMG-20161106-WA02461

Bruna Luiza Vasconcelos de Souza

A novidade vem agora: Bruna Luiza Vasconcelos de Souza, matrícula 21215, lotada no gabinete 16, da delatora Liliane Roriz, poderia ser uma mera servidora, se não fosse o grau de parentesco e o cargo em que foi nomeada. A dentista, que trabalha tempo integral no consultório odontológico no Lago Sul, foi nomeada no dia 3 de novembro de 2014, no gabinete parlamentar de Liliane Roriz, para ocupar a função de Segurança Parlamentar, CI 07, com um salário de causar inveja em muitos servidores. Afinal, Bruna Vasconcelos, é sobrinha do blogueiro “paladino da moralidade”,Edmilson Edson dos Santos, o “Sombra”. A reportagem entrou em contato com José Adenauer, chefe de gabinete de Liliane, que confirmou a lotação da dentista, com a função de pesquisadora de projetos e ações do GDF e em outros estados. Acontece que a nomeação de Bruna, foi para o cargo de Segurança Parlamentar, que exerce funções bem distintas das apresentadas por Adenauer e exigem formação e especialização na área. Outro ponto relevante, é que Bruna é desconhecida no gabinete, segundo outros servidores da Casa.  Este colunista insistiu com o chefe de gabinete, a frequência e horário de expediente da servidora. Por incrível que pareça, José Adenauer afirmou que a mesma, trabalha das 8 às 18 horas. Causando pânico, nos servidores que ali frequentam diariamente. As imagens obtidas pelas câmeras internas da Assembleia Legislativa revelam se tratar de um caso fantasma. Pois não consta nas imagens a frequência da tal servidora. Pelo visto, já está acesso o pavio da bomba, prestes a estourar no colo da delatora.

sombraQuanto à sobrinha do blogueiro Edson Sombra, empregada no gabinete como fantasma, pode justificar o pagamento da fatura por sua defesa explícita em alguns blogs da cidade, comandados por Sombra. Os recursos pagos à funcionária fantasma terão que ser devolvidos ao Erário Público, e a deputada, às sanções da Lei de Improbidade Administrativa, com possível perda do mandato. A operação Dracon da polícia civil do Distrito Federal, e o MPDFT, tem as imagens comprobatórias da ausência da servidora na Câmara Distrital, culminando com a fantasma. Ouça o áudio em que o chefe de gabinete, pego de surpresa, tropeça na própria língua, em defesa da deputada Liliane Roriz. E conheça por fotografia Bruna Luiza Vasconcelos de Souza.

Ouça o áudio: http://quidnovi.com.br/coluna-do-mino/dracon-a-fantasma-que-assombra-a-camara-distrital/

Fonte: QuidNovi

Fonte da notícia
Author: Silvano

Powered by WPeMatico

Sobre radarsantamaria