Home / externas / Médica é agredida por homem no Hospital Regional de Taguatinga

Médica é agredida por homem no Hospital Regional de Taguatinga

Uma médica, uma auxiliar de enfermagem e um vigilante foram agredidos na noite de domingo (18/6) pelo acompanhante de uma paciente que estava no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). O caso é investigado pela 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).

De acordo com a Secretaria de Saúde, o homem agrediu a médica ao ser informado de que o quadro da mulher não era grave e não havia, portanto, necessidade de permanecer no box. Um vigilante foi acionado para tentar conter a confusão e acabou atingido por um soco no rosto.

Ele contou à polícia que tentou imobilizar o suspeito. Após a agressão, o segurança sentiu fortes dores de cabeça e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Outros casos
Não é a primeira vez que os servidores da saúde sofrem ameaças durante o trabalho. Revoltado com a demora no atendimento do filho, um bombeiro de Goiás sacou a arma de fogo e bateu a pistola nas costas de um servidor do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF). A confusão ocorreu em maio deste ano.

O bombeiro e o funcionário agredido foram conduzidos para a 5ª Delegacia de Polícia (área central), e a ocorrência foi registrada. O militar foi autuado em flagrante por lesão corporal e liberado depois de assinar termo de comparecimento à Justiça. A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML).

Em abril deste ano, uma discussão entre um policial militar e um médico quase acabou em tragédia no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). O bate-boca foi filmado por pessoas que estavam no local e viralizou nas redes sociais. Durante a briga, o PM chegou a sacar a arma contra o servidor, mas foi contido pelos seguranças. Segundo testemunhas, o homem ficou exaltado com o adiamento da cirurgia do filho.

Fonte: Metropoles
Author: Mirelle Pinheiro

Powered by WPeMatico

Sobre radarsantamaria