WhatsApp deixará de oferecer suporte para alguns celulares com Windows Phone

Brasil Econômico

Alguns celulares BlackBerry também deixarão de usar o aplicativo em 2018; aparelhos não têm capacidade necessária para executar futuras expansões

Usuários de alguns smartphones com Windows Phone e BlackBerry não poderão usar WhatsApp em 2018

Foto: shutterstock

Alguns smartphones estão em contagem regressiva para deixarem de ter suporte para o WhatsApp. A partir do dia 31 de dezembro, usuários do Windows Phone 8.0,  BlackBerry OSBlackBerry 10 – e versões anteriores – não terão mais acesso ao aplicativo de mensagens.

Leia também: Wi-Fi e Bluetooth consomem mais bateria? Veja mitos e verdades sobre celulares

Os modelos que usam o sistema Nokia S40 deixarão de ter acesso ao WhatsApp em 31 de dezembro de 2018. Já em dispositivos com Android 2.3.7 e anteriores, o aplicativo funcionará normalmente até o dia 1 de fevereiro de 2020, segundo os responsáveis pelo mensageiro.

A empresa alega que a decisão foi tomada porque esses aparelhos não têm a capacidade mínima para suportar e executar com perfeição futuras expansões do aplicativo. “Queremos concentrar nossos esforços nas plataformas de celular que a maioria das pessoas utiliza”, afirma o WhatsApp, em comunicado.

Leia também: O verão chegou! Doodle homenageia chegada da estação e solstício de verão

“Por mais que estes aparelhos celulares [Nokia, BlackBerry, etc.] tenham feito uma importante parte em nossa história, eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro”.

Saída

“Se você usa um desses dispositivos móveis afetados, recomendamos a atualização para uma versão mais recente do sistema operacional ou para um Android que execute versões acima da 4.0, iOS 7+ ou o Windows Phone 8.1 para que continue utilizando os serviços do aplicativo”, recomenda a empresa.

Ainda em nota, a empresa alega que até o momento não é possível fazer a transferência do histórico de conversas entre aparelhos. No entanto, é possível receber um arquivo com todas as informações por e-mail.

Leia também: O que é neutralidade de rede e como sua anulação muda o uso da internet

Em junho deste ano, a Proteste – Associação de Defesa do Consumidor notificou o Facebook, proprietário do WhatsApp, contra a decisão por considerá-la desrespeitosa com proprietários de dispositivos mais antigos. O WhatsApp defende que a decisão de encerrar serviços nesses dispositivos deve ser mantida, já que o usuário terá condições mais seguras para manter o contato com a família, amigos e entes queridos.

Fontes: IG / Metrópoles
Author:

Powered by WPeMatico

Comments are closed.