Mais de 230 mil foliões foram às ruas de Brasília nos três primeiros dias de Carnaval

João Paulo Mariano
redacao@grupojbr.com

O secretário de segurança pública do DF, Cristiano Barbosa Sampaio, conversou com o Jornal de Brasília na noite desta terça e fez um balanço parcial da festa de Carnaval brasiliense. Este foi o primeiro grande evento de Cristiano como chefe da Secretaria, apesar de antes já participar das decisões como secretário adjunto da pasta. Ele assumiu o cargo após a saída de Edval Novaes no último dia 02 de fevereiro.

“Foi um carnaval tranquilo, bonito e com participação popular. Sem mortes ou lesões graves”, afirma o secretário, que garante que a segurança de nenhuma cidade ficou comprometida devido ao suporte dado aos blocos. Nos primeiros três dias de evento – sábado a segunda – 230,5 foliões foram às ruas de Brasília.

Pedimos também um balanço para a Secretaria de Cultura, mas até o fechamento desta reportagem, não seria possível falar sobre o assunto. Os números do último dia de festa também não estavam compilados. Foram quatro dias de festa com mais de 200 eventos em 20 cidades

 TRÊS PERGUNTAS PARA O SECRETÁRIO CRISTIANO BARBOSA SAMPAIO:

  1. O remanejamento de forças de segurança para os eventos de Carnaval pode ter prejudicado o policiamento nas cidades?
    O policiamento do carnaval foi feito em cima da premissa de todas as cidades continuarem seguras. Os remanejamentos forma feitos em cima das horas extras dos policias. Assim, foi possível trabalhar com um maior efetivo e manter a segurança nas cidades. Trabalhamos com reforço, em alguns dias, de até 900 policias dessa forma.
  2. Quais foram os pontos positivos da festa?
    Certamente um dos pontos altos que facilitou o trabalho e se reverteu em conforto para a população foi trazer os blocos para o Eixo Moumental. É um circuito bonito, amplo, arborizado – o que diminui até calor. Junto com isso, houve a interação com os blocos. As discussões ocorreram bem antes do Carnaval. Havia policial em cima do trio e até no metrô, depois que ocorreram depredações.
  3. E quais foram os pontos negativos?
    Nem todas as pessoas vão para o carnaval com espírito de festa. Literalmente, às vezes, vão armados. Quem porta uma arma nesses eventos não vai pensando em se divertir. Graças a Deus, é a minoria. Outro ponto lamentável, foi a quebra do transporte, o que atinge a própria população.

The post Mais de 230 mil foliões foram às ruas de Brasília nos três primeiros dias de Carnaval appeared first on JBr..

Fonte: odemocrata / jornaldebrasilia / aquiaguasclaras
Author: Administrador JBr

Powered by WPeMatico

Comments are closed.