Trânsito embaixo da Ponte do Bragueto terá mudança a partir desta quinta (12)

, Ponte do Bragueto. Para evitar a passagem de veículos com mais de 4 metros de altura sob a Ponte do Bragueto, na Asa Norte, barreiras físicas começaram a ser instaladas nesta quinta-feira (15).A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) colocará dois pilares e uma viga para sustentarem placas flexíveis de neoprene em cada sentido da pista de rolamento. Na primeira etapa, executada hoje, foram feitas as fundações das estruturas.

A intervenção foi transferida de quarta (11) para quinta (12). A decisão foi tomada pelo DER-DF na manhã de hoje.

O trânsito nas pistas que passam embaixo da Ponte do Bragueto sofrerá mudanças a partir desta quinta-feira (12), às 10h30. A intervenção é necessária para a construção das pontes paralelas à estrutura, previstas no Trevo de Triagem Norte.

A via de sentindo W3—L2 será totalmente fechada. A outra pista, mais próximo ao Lago Paranoá, passará a ser mão dupla: uma faixa para quem quiser seguir da L2 ou L4 para a W3 e duas faixas para o lado oposto.



De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), a velocidade máxima no trecho de obras passará de 60 para 50 Km/h.

Trevo de Triagem Norte

O Trevo de Triagem Norte é composto por 16 obras, entre pontes (duas) e viadutos (14). O objetivo é distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, com acesso ao Eixão Norte e Sul, à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2.

As benfeitorias vão custar R$ 207 milhões — R$ 146 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 51 milhões de contrapartida do governo de Brasília e R$ 10 milhões da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap).

Edição: Paula Oliveira

, Ponte do Bragueto. Para evitar a passagem de veículos com mais de 4 metros de altura sob a Ponte do Bragueto, na Asa Norte, barreiras físicas começaram a ser instaladas nesta quinta-feira (15).A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) colocará dois pilares e uma viga para sustentarem placas flexíveis de neoprene em cada sentido da pista de rolamento. Na primeira etapa, executada hoje, foram feitas as fundações das estruturas.Uma pista será totalmente fechada, e a outra, dividida nos dois sentidos. Intervenção é necessária para a construção das pontes paralelas,
Fonte: semob.df / agenciabrasilia
Autor: Mariana Damaceno, da Agência Brasília

Powered by WPeMatico

Comments are closed.