Parte da Rodoviária corre risco de desabamento

 Dois vãos da plataforma B da Rodoviária do Plano Piloto (parte mais próxima ao Congresso Nacional) foram interditados na tarde desta quarta-feira (10/10) por suposto risco de desabamento. A medida preventiva, determinada pela Defesa Civil, ocorreu após 10 cabos de sustentação de uma viga serem rompidos por funcionários de uma empresa prestadora de serviços em nome da Vivo.
De acordo com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), a fibra ótica seria para a instalação de torres de internet sem fio no local. Durante o serviço, porém, um deles teria usado uma furadeira de forma negligente e rompido 15% dos 60 cabos que sustentam a estrutura. A autarquia destacou que o problema não tem nenhuma relação com as obras na Rodoviária.
Ainda segundo a Novacap, os cabos rompidos não comprometem a segurança da estrutura. No entanto, a área foi isolada preventivamente e, nesta quinta-feira (11/10), será escorada e submetida a avaliação técnica. A Vivo foi notificada e deverá arcar com os custos do reparo. A empresa não tinha autorização do governo para fazer as obras no local e informou que “está em contato com os órgãos competentes para fornecer todas as informações necessárias e tomar as medidas cabíveis”.
O trânsito flui normalmente na região. Apenas as áreas de estacionamento e de embarque do BRT foram isoladas.

Mudança

Confira as quatro linhas que terão pontos de embarque alterados:
– 0.620 e 620.1, com destino a Planaltina: os horários permanecem, mas o ponto de embarque passa a ser no Eixinho L, ao lado da plataforma superior da Rodoviária;
– 2302, com destino ao Gama, e 2202, para Santa Maria: os passageiros das linhas paradoras do BRT embarcarão, nos mesmos horários, no Eixinho W (entre o Conjunto Nacional e o Conic).

O post Parte da Rodoviária corre risco de desabamento apareceu primeiro em O Democrata.

Fonte: jornaldebrasilia / aquiaguasclaras / odemocrata / noticiasdebrasilia / capitaldoentorno
Author: O Democrata

Comments are closed.