PMDF: Tem que se unir, não há saída

,

Por Poliglota…

A cada 4 anos a Polícia Militar sofre com a quantidade exagerada de candidatos a cargos eletivos e no final das contas não consegue eleger ninguém, ficando à mercê de migalhas de parlamentares civis que não tem nenhum compromisso com  as categorias e muito menos conhecem a legislação castrense.

Esse pleito não será diferente. Pelo que temos acompanhado, inúmeros serão os candidatos aos pleitos podendo ultrapassar a casa dos 50. A se confirmar, muito provavelmente a classe poderá passar pelo mesmo constrangimento de 2014 quando não elegeu ninguém.

Fantasmas do passado como a Reforma da Previdência e o PL 6726, que tira dos militares direitos e prerrogativas conquistados, assombram a todos nesse momento conturbado de crise pelo qual passa o país.

O Sargento Eliomar Rodrigues conversou com o deputado federal Alberto Fraga, presidente do DEM-DF e pré-candidato ao senado sobre os temas e, na visão do parlamentar, as expectativas não são favoráveis. Segundo Fraga, a única possibilidade de se fazer frente ao que nos aguarda no futuro será com representação forte e sólida em ambas as casas, federal e distrital. Mas para que isso aconteça é necessária a consciência política e união das categorias de militares.

Assista abaixo a entrevista com Fraga:

Share on:

WhatsApp

, Por Poliglota… A cada 4 anos a Polícia Militar sofre com a quantidade exagerada de candidatos a cargos eletivos e no final das contas não consegue eleger ninguém, ficando à mercê de migalhas de parlamentares civis que não tem nenhum compromisso com  as categorias e muito menos conhecem a legislação castrense. Esse pleito não será […],
Fonte: Politicadistrital / blogdopoliglota / agenciabrasilia
Author: Poliglota

Powered by WPeMatico

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*