Urano retrógrado chegou para desafiar tudo que você sabia de si – e continuará até 2019

,

urano 400x800
NASA images/Shutterstock

Desde o dia 7 de agosto de 2018, o planeta Urano está em movimento retrógrado no signo de Touro e assim deve permanecer até 7 de janeiro de 2019.

Para a astrologia, Urano é a capacidade de cada um em inovar, criar, reformar, restaurar, ousar e planejar.

“Por isso é considerado o ‘rebelde’, aquele que precisa desenvolver autonomia em todos os sentidos”, conta a astróloga Lilian Barros, que atende no Espaço Out e In.

Urano retrógrado: hora de reinventar-se

ideia criatividade inspiracao 216 400x800
StockRocket/istock

Segundo Lilian, toda vez que um planeta está em movimento retrógrado, isto é, quando aparentemente se encontra mais lento com relação à Terra, o período é frutífero para reflexões que geram o crescimento do individuo a nível de consciência.

No caso de Urano, os impactos de sua retrogradação estão relacionados com a chance de despertar o “Eu Criativo”, diz Lilian. Isso significa que, até janeiro de 2019, há uma boa oportunidade de reavaliarmos tudo o que achávamos que sabíamos sobre nós e nos reinventarmos.

“Hora de rever seus planos de carreira, relacionamentos, enfim, tudo aquilo que julgava estar próximo de ser alcançado. Urano exige uma boa dose de coragem para ir contra a ordem estabelecida.”

Cuidado com impulsividade

É preciso manter a calma para aproveitar os efeitos de Urano retrógrado. Nada de impulsividade e atitudes inconsequentes.

Lilian diz que é possível enxergar as situações que precisam ser aprimoradas com mais clareza durante o movimento retrógrado. Porém, geralmente é apenas quando começa seu movimento direto que isso efetivamente acontece.

“O que todo indivíduo que possua Urano em destaque no seu mapa precisa lembrar é de esperar a poeira baixar, respirar fundo e colocar sua inteligência privilegiada para lhe guiar.”

Urano retrógrado: 6 signos são os mais impactados

astrologia signos horoscopo 217 400x800
nevarpp/iStock

Seis signos do Zodíaco chamam atenção por sentirem os impactos da retrogradação de Urano com bastante intensidade. São eles: Touro, Aquário, Leão, Áries, Gêmeos e Libra – sendo os três primeiros os mais atingidos.

Touro, Aquário e Leão sentem os impactos com uma carga de intensidade maior pela combinação que formam no céu do início da retrogradação. “Urano se encontra atualmente em Touro, signo do elemento Terra e Fixo e está em quadratura T com Marte, em Aquário, e Nodo Norte em Leão no momento da retrogradação, outros dois signos Fixos. Devido a esse aspecto tenso, esses serão os três signos mais afetados”, diz Lilian.

Áries está incluído no grupo de signos atingidos porque, a partir de 6 novembro de 2018, o planeta volta a visitá-lo. Nesta época, por sinal, é possível que um novo momento de tensão surja. “Teremos que rever muitas coisas que ficaram para trás, refazer trabalhos, e em Áries a impaciência e irritabilidade aumentam. Sendo assim, temos que cuidar mais da nossa saúde mental, adotando técnicas de relaxamento, meditação ou um estilo de vida menos estressante.”

Quanto a Gêmeos e Libra, Lilian chama atenção para o decanato dos nascidos sob esses signos: “Geminianos de terceiro decanato e librianos de segundo decanato também sentirão o efeito retrógrado, já que são decanatos regidos por Urano.”

Apesar do destaque para os seis signos citados, Lilian explica que todos, independente do signo solar ou da posição de Urano em seu Mapa Natal, terão o planeta transitando por uma ou duas casas (áreas da vida) e isso afetará os assuntos pertinentes a elas. “Apenas fazendo o Mapa Natal podemos identificar aonde exatamente o planeta das surpresas irá nos visitar”, reforça.

Astrologia no dia a dia

,

urano 400x800
NASA images/Shutterstock

Desde o dia 7 de agosto de 2018, o planeta Urano está em movimento retrógrado no signo de Touro e assim deve permanecer até 7 de janeiro de 2019.

Para a astrologia, Urano é a capacidade de cada um em inovar, criar, reformar, restaurar, ousar e planejar.

“Por isso é considerado o ‘rebelde’, aquele que precisa desenvolver autonomia em todos os sentidos”, conta a astróloga Lilian Barros, que atende no Espaço Out e In.

Urano retrógrado: hora de reinventar-se

ideia criatividade inspiracao 216 400x800
StockRocket/istock

Segundo Lilian, toda vez que um planeta está em movimento retrógrado, isto é, quando aparentemente se encontra mais lento com relação à Terra, o período é frutífero para reflexões que geram o crescimento do individuo a nível de consciência.

No caso de Urano, os impactos de sua retrogradação estão relacionados com a chance de despertar o “Eu Criativo”, diz Lilian. Isso significa que, até janeiro de 2019, há uma boa oportunidade de reavaliarmos tudo o que achávamos que sabíamos sobre nós e nos reinventarmos.

“Hora de rever seus planos de carreira, relacionamentos, enfim, tudo aquilo que julgava estar próximo de ser alcançado. Urano exige uma boa dose de coragem para ir contra a ordem estabelecida.”

Cuidado com impulsividade

É preciso manter a calma para aproveitar os efeitos de Urano retrógrado. Nada de impulsividade e atitudes inconsequentes.

Lilian diz que é possível enxergar as situações que precisam ser aprimoradas com mais clareza durante o movimento retrógrado. Porém, geralmente é apenas quando começa seu movimento direto que isso efetivamente acontece.

“O que todo indivíduo que possua Urano em destaque no seu mapa precisa lembrar é de esperar a poeira baixar, respirar fundo e colocar sua inteligência privilegiada para lhe guiar.”

Urano retrógrado: 6 signos são os mais impactados

astrologia signos horoscopo 217 400x800
nevarpp/iStock

Seis signos do Zodíaco chamam atenção por sentirem os impactos da retrogradação de Urano com bastante intensidade. São eles: Touro, Aquário, Leão, Áries, Gêmeos e Libra – sendo os três primeiros os mais atingidos.

Touro, Aquário e Leão sentem os impactos com uma carga de intensidade maior pela combinação que formam no céu do início da retrogradação. “Urano se encontra atualmente em Touro, signo do elemento Terra e Fixo e está em quadratura T com Marte, em Aquário, e Nodo Norte em Leão no momento da retrogradação, outros dois signos Fixos. Devido a esse aspecto tenso, esses serão os três signos mais afetados”, diz Lilian.

Áries está incluído no grupo de signos atingidos porque, a partir de 6 novembro de 2018, o planeta volta a visitá-lo. Nesta época, por sinal, é possível que um novo momento de tensão surja. “Teremos que rever muitas coisas que ficaram para trás, refazer trabalhos, e em Áries a impaciência e irritabilidade aumentam. Sendo assim, temos que cuidar mais da nossa saúde mental, adotando técnicas de relaxamento, meditação ou um estilo de vida menos estressante.”

Quanto a Gêmeos e Libra, Lilian chama atenção para o decanato dos nascidos sob esses signos: “Geminianos de terceiro decanato e librianos de segundo decanato também sentirão o efeito retrógrado, já que são decanatos regidos por Urano.”

Apesar do destaque para os seis signos citados, Lilian explica que todos, independente do signo solar ou da posição de Urano em seu Mapa Natal, terão o planeta transitando por uma ou duas casas (áreas da vida) e isso afetará os assuntos pertinentes a elas. “Apenas fazendo o Mapa Natal podemos identificar aonde exatamente o planeta das surpresas irá nos visitar”, reforça.

Astrologia no dia a dia

,
Fontes: Gadoo/ vix / vilamulher
Author: Maria Beatriz Melero

Comments are closed.