Central vence Gimnasia nos pênaltis e está na Libertadores de 2019

Rosário fez 4 a 1 nos pênaltis (Foto: Divulgação/Gimnasia)

O Rosário Central venceu o Gimnasia de La Plata nos pênaltis na noite desta quinta-feira, em Mendoza, e conquistou o título da Copa Argentina pela primeira vez. Vice-campeão do torneio em outras três oportunidades, a equipe de Rosário sofreu durante o tempo normal diante de um valente adversário, mas não deu chances e foi firme na hora de fechar o embate por 4 a 1 nas penalidades após o 1 a 1 com bola rolando.

O último pênalti foi batido por Caruzzo, zagueiro conhecido no Brasil pelo entrevero com Emerson Sheik na final da Libertadores de 2012, vencida pelo Corinthians. Outro nome ligado ao Timão que estava em campo era o atacante Santiago Silva, atleta do clube em 2002 e também presente naquela decisão, com a camisa do Boca Juniors.

Mais bem postado em campo diante da equipe comandada pelo ex-são-paulino Edgardo Bauza, o Gimnasia perdeu algumas chnances de abrir o placar antes de ser surpreendido pelo time canalla. Após bola erguida na área, Zampedri tentou uma “puxeta” e carimbou a trave. A zaga não afastou e, no rebote, o próprio Zampedri mandou para a rede.

¡GOL DE ROSARIO CENTRAL! ¡Zampedri abrió el marcador en la #CopaArgentinaFinal ante Gimnasia!#CopaArgentinaEnTyCSports pic.twitter.com/AgvrTwClVn

— TyC Sports (@TyCSports) 7 de dezembro de 2018

Melhor em campo até ser vazado, o Gimnasia manteve o seu ritmo e acabou premiado no começo da etapa final. Após bom contra-ataque puxado por Santiago Silva, Faravelli se posicionou muito bem na área para receber cruzamento da direita e finalizar de primeira, deixando tudo igual.

¡GOL DE GIMNASIA! ¡Faravelli empata la #CopaArgentinaFinal ante Central por 1-1! pic.twitter.com/BN9pIogmhI

— TyC Sports (@TyCSports) 7 de dezembro de 2018

Ainda que tenham tentado manter o ritmo, os dois times aparentaram cansaço na parte final do jogo e “aceitaram” que a decisão fosse para os pênaltis. Na hora de decidir, porém, melhor para Caruzzo, que fechou a série para o Central com um forte chute, sem chances para o goleiro adversário, decretando a vitória por 4 a 1. Silva, por outro lado, errou a primeira cobrança e contribuiu para a derrota.

O triunfo no torneio eliminatório, que deu ao Central seu primeiro título nacional de elite desde 1987, quando venceu a primeira divisão nacional, assegura o posto na Libertadores para os comandados de Bauza. Ele se junta a Boca Juniors, Godoy Cruz, Huracán e San Lorenzo, na fase de grupos.

O Talleres, a princípio, vai para a pré-Libertadores e o River Plate, eliminado na semifinal do mata-mata nacional, ainda pode se garantir caso vença a decisão da Libertadores, neste domingo, contra o Boca Juniors, em Madri. Caso o Boca vença, o Talleres entra na fase de grupos e o Independiente vai para a fase preliminar.

O post Central vence Gimnasia nos pênaltis e está na Libertadores de 2019 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: GAZETA ESPORTIVA
Author: Tomas Rosolino Amaral Do Valle

Comentários estão bloqueados.