Como ajudar um idoso a superar uma doença

A terceira idade começa aos 65 anos e é onde existe maior risco de o idoso contrair doenças. Porém, isso será determinado pelo estilo de vida que a pessoa tenha levado e pela passagem do tempo.

Quando um adulto idoso é diagnosticado com uma doença grave se enfrenta ao fato de que não poderá continuar com seu estilo de vida anterior. Este fato pode lhe causar uma forte impressão, tanto a ele quanto ao seu entorno familiar.

Nestes casos, se devem procurar as maneiras adequadas para que tal processo seja o mais leve possível. Por isso, oferecemos seis conselhos úteis para ajudar um idoso a superar possíveis doenças.

1. Seja honesto

É muito importante ser honesto e sincero com o diagnóstico da doença. Junto com o apoio familiar e uma boa orientação médica, deve-se procurar as palavras corretas para poder informar sobre o diagnóstico com clareza.

É importante evitar criar um ambiente de tristeza, desespero ou desesperança no idoso. Não se deve ocultar de um idoso o fato de estar doente, por mais grave que a situação seja, mas deve-se ter muito tato.

2. Ouça e respeite a decisão do idoso

<imgsrc=”https://radarsantamaria.nyc3.digitaloceanspaces.com/2018/12/escute-respeite-decisao-idoso.jpg” alt=”Jovem ouvindo atentamente e respeitando as decisões do idoso” width=”500″ height=”332″ srcset=”https://radarsantamaria.nyc3.digitaloceanspaces.com/2018/12/escute-respeite-decisao-idoso.jpg 500w, https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/escute-respeite-decisao-idoso-380×252.jpg 380w, https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/escute-respeite-decisao-idoso-461×306.jpg 461w” sizes=”(max-width: 500px) 100vw, 500px”>

Um adulto idoso é uma pessoa que adquiriu muita experiência durante o transcorrer de sua vida. Por isso, e levando em conta os estragos e a gravidade da doença, deve-se sempre respeitar sua decisão.

É importante explica-lo as consequências do problema para que decida se deseja seguir um tratamento ou quer continuar um estilo de vida diferente, porém saudável. Neste aspecto, é fundamental que a família dê seu apoio na hora de tomar a decisão. Isso reduzirá o estresse e brigas com o paciente.

Leia este artigo: 10 conselhos de pessoas com mais de 60 anos para ter uma vida mais plena

3. Procure ajudar ao paciente para que viva da forma mais normal possível

Um diagnóstico de doença em um adulto idoso não implica necessariamente que a pessoa deve se prostrar na cama. Pelo contrário, deve continuar fazendo suas atividades diárias com total normalidade, ainda que com a ajuda e colaboração de seus seres queridos.

  • Ainda, é recomendável incentivá-lo a desenvolver novas atividades que beneficiem ao seu estado de saúde física e mental.

4. Toda a família deve apoiar ao paciente

É aconselhável que a família dê atenção constante ao idoso quanto aos cuidados e assistência. Pode-se criar turnos ou rotinas, de forma que todo o grupo familiar colabore.

Dentro de cada rotina deve-se incluir as visitas, tempo para conversar, e no caso das pessoas mais próximas ao idoso, o tempo para o cuidado. Desta maneira se evitará um sentimento de abandono e que certos membros da família se sintam angustiados, esgotados ou sobrecarregados de responsabilidades.

5. Procure ajuda psicológica

<imgsrc=”https://radarsantamaria.nyc3.digitaloceanspaces.com/2018/12/procure-ajuda-psicologica.jpg” alt=”Um idoso precisa de ajuda psicológica” width=”500″ height=”334″ srcset=”https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/procure-ajuda-psicologica-500×334.jpg 500w, https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/procure-ajuda-psicologica-377×252.jpg 377w, https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/procure-ajuda-psicologica-768×513.jpg 768w, https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/procure-ajuda-psicologica-576×385.jpg 576w, https://melhorcomsaude.com.br/wp-content/uploads/2018/12/procure-ajuda-psicologica-461×308.jpg 461w, https://radarsantamaria.nyc3.digitaloceanspaces.com/2018/12/procure-ajuda-psicologica.jpg 1000w” sizes=”(max-width: 500px) 100vw, 500px”>

É muito recomendável a ajuda médica profissional na hora de lidar e superar a doença de uma pessoa idosa.

A intervenção de um psicólogo especialista em pacientes idosos pode ajudar o paciente a drenar suas emoções, sentimentos ou inquietudes sobre sua nova etapa. Isso também ajudará aos familiares a superar o processo.

Uma boa alternativa é procurar por um tanatologista que apoie a toda a família. Este processo pode ajudar todos a se unirem e melhorarem suas relações.

Descubra: Como a solidão afeta a saúde dos idosos

6. Mantenha ou fomente um estilo de vida saudável

Deve-se alentar ao idoso a ter um estilo de vida melhor a partir do momento em que se detecta a doença. Como se disse anteriormente, isso equivale a fazer novas atividades como fazer exercício ou se alimentar de forma saudável.

  • O primeiro passo é controlar o consumo de comidas ou bebidas que possam ser prejudiciais para o seu estado de saúde.
  • Além disso, deve-se animá-lo a sair de casa, dar um passeio e conhecer pessoas novas.

Isso permitirá que o idoso se sinta melhor, apesar de sua condição. Inclusive pode acontecer de sua saúde geral melhorar até aumentar sua qualidade e tempo de vida.

E você, como lidou com as pessoas idosas que viram sua saúde afetada? Ainda que cada um tenha formas diferentes de enfrentar a situação é importante que sempre procure manter o controle.


Qual a verdadeira idade do seu corpo?

Para que nossa idade biológica corresponda à idade de nosso corpo, é importante que cuidemos de nossos hábitos e pratiquemos exercícios. Leia mais »

 

O conteúdo Como ajudar um idoso a superar uma doença aparece primeiro em Melhor Com Saúde.

Fonte: Metrópoles / Melhorcomsaude
Author: Hanna Bizi

Comentários estão bloqueados.