COMO SERÁ O FUTURO DA TV?

Você provavelmente já percebeu que a televisão está mudando, principalmente no que diz respeito à forma que as pessoas consomem o conteúdo dessa mídia. Há alguns anos a televisão deixou de ser a fonte primária de entretenimento dos mais diversos grupos sociais e vem sido, aos poucos, substituída pela internet, com vídeos online, conteúdo Sob Demanda (OTT), Web TVs e muito mais. É claro que, para sobreviverem, as emissoras de televisão precisam se adaptar ao consumo do mercado, e, por isso, acredita-se que a TV ainda vai mudar, e muito. Já pensou em qual será o futuro da TV?

A nova era e o futuro da tv

Para sobreviver no mercado, é preciso se adaptar à forma que as pessoas consomem, certo? De nada adianta abrir uma loja de bananas onde todos os clientes comem apenas pizza todos os dias. É por isso que a televisão tradicional está se adaptando ao consumo dos espectadores. Cada vez mais as pessoas buscam conforto, comodidade e, além disso, estar em controle do que assistir. Já se foi a época de esperar um determinado horário para assistir à sua série favorita e ter a programação interrompida por vários intervalos comerciais.

Uma pausa na leitura! confira essa super dica Net Campo Grande

É exatamente por isso que é possível perceber que o futuro da TV caminha cada vez mais para um modelo em que os dois mundos (tv e online) andam juntos. Emissoras de televisão estão buscando inserir o conteúdo em cada vez mais plataformas, aproveitando ao máximo seu potencial de distribuição. Na HBO Go, no Globo Play e no SBT Vídeos, por exemplo, é possível ter acesso a conteúdo que foi exibido pela televisão anteriormente, como cenas específicas de telenovelas ou outros programas da grade e até episódios completos de séries e outros programas. As emissoras não abandonaram a estratégia da programação ao vivo, mas tornaram-a acessível em plataformas diferentes sob demanda, alcançando, potencialmente, cada vez mais clientes. E não foram somente grandes emissoras de conteúdo voltado para o mercado de massa que buscaram solução para essa mudança. A FishTV, por exemplo, que possui conteúdo voltado para um nicho específico – pesca – também utiliza de uma plataforma de vídeos online para distribuir seu conteúdo para além da telinha. Você pode conferir o case da FishTV clicando aqui.

Quanto mais funcionalidades, melhor!

O mercado está cada vez mais competitivo e por isso é preciso de destacar da concorrência. Como o mercado de vídeos online e OTT continua a crescer em um ritmo acelerado, quem tem mais funcionalidades que cativam o usuário, vence.

Na net podemos deixar ainda mais interessante, veja como: Net Campo Grande

Além das citadas acima, outras funcionalidades podem ser o divisor de águas na hora de um cliente escolher qual serviço assinar. Por exemplo, existem plataformas de vídeos online que já permitem voltar e reassistir a alguma parte de uma transmissão que esteja ao vivo. Para emissoras que transmitem esportes, por exemplo, essa funcionalidade dá o controle para o usuário, que pode gerar o seu próprio replay e reassisti-lo diversas vezes.

Outras funcionalidades como mid-rolls, captura de leads, legendas e muito mais, fazem parte de novas tecnologias que estão em constante desenvolvimento para o mercado dos vídeos e, sobretudo, o futuro da TV. Isso mostra o quanto o mercado dos vídeos está em expansão contínua e como é a hora certa para investir nele!

Assine hoje a net e conheça o poder da tecnologia a poucos cliques! Net Campo Grande


O futuro da TV está só começando, mas já é possível notar o quanto as tecnologias estão afetando essa mídia. É claro que a televisão tradicional não está nem perto de acabar, porém, cada vez mais ela caminha para um modelo que une entretenimento, experiência do usuário, tecnologia, conforto e comodidade. É por isso que o mercado dos vídeos sob demanda não para de crescer. E você, já está preparado para o futuro da TV. Conta para a gente nos comentários o que você pensa que está prestes a mudar nesse mercado.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*