Fotógrafa mostra como as nudes afetaram a sexualidade feminina

Nos dias atuais, o prazer se dá através das telas. É o que explorou a fotógrafa Dora Papanikita em seu projeto Sex in the Digital Age. Os ensaios focam no lado feminino e analisam como a questão sexual se transformou com a era de aplicativos. A autora das fotos deu uma entrevista para a revista canadense Vice falando um pouco dessas novas necessidades.

Dora afirma que a ideia do trabalho começou quando uma amiga estava em um relacionamento vivido majoritariamente pelo celular. A situação fez Dora pensar sobre o assunto, resultando em um projeto que foca muito além das nudes, sendo uma reflexão sobre a autoestima e como isso interfere na união de um casal.

“O celular afeta a comunicação sexual, pois permite que a pessoa interaja com o parceiro sem se importar com a distância e, consequentemente, não sentir mais falta do contato”, reflete a fotógrafa.

Ela acredita que a tecnologia pode ser boa e ruim nos relacionamentos. ”A questão é como você usa. O interessante é manter as coisas especiais, não ficar mandando imagens o dia inteiro, pois assim a união fica dessensibilizada. Sentir falta de alguém é importante”, finaliza Dora.

Confira na galeria algumas fotos do ensaio:

Fotógrafa mostra como as nudes afetaram a sexualidade feminina

Fotógrafa mostra como as nudes afetaram a sexualidade feminina

4 FOTOS

1/4

Dora Papanikita garante que o fato de fazer um ensaio só com mulheres não foi algo particular, o foco era na comunicação Reprodução/Instagram

2/4

Com a era do celular, a autora acredita que as distâncias hoje em dia já não são mais empecilhos em um relacionamento Reprodução/Instagram

3/4

A tecnologia tem seu lado bom e ruim, afirmou a fotógrafa Reprodução/Instagram

4/4

A ideia do projeto surgiu a partir da relação à distância de uma amiga Reprodução/Instagram

Fonte: Metrópoles/ boaforma.abril/
Autor: Fernanda Suassuna

Comentários estão bloqueados.