Pacientes renais do DF protestam por repasse de verba para hemodiálise

Clínicas no DF estão há dois meses sem receber pagamento que viabiliza o tratamento de milhares de pacientes

Na manhã desta quinta-feira (29), pacientes renais das clínicas Politécnica, Renal Vida e Instituto de Doenças Renais realizarão um protesto em frente à Secretaria de Saúde, na Asa Norte, para pressionar o governo para o recebimento do repasse da verba federal para hemodiálise. Há dois meses, clínicas do Distrito Federal não recebem o pagamento e ameaçam deixar de atender pacientes do SUS, uma vez que não conseguem arcar com os gastos.

Há anos, o valor pago pelo Ministério da Saúde está abaixo do custo real e não acompanha a cotação do mercado. Grande parte dos insumos, como produtos e maquinários são importados, além de custos com dissídios trabalhistas, folha de pagamento, água, energia e impostos. Devido à falta de reajuste no custo da sessão de hemodiálise, clínicas estão à beira de um colapso e podem prejudicar o tratamento de mil pacientes que são atendidos através do SUS no DF, assim como outros 100 que ainda aguardam vaga para receberem tratamento.

Representantes das clínicas, pacientes, familiares e diversas entidades envolvidas com a causa se mobilizaram para exigir seus direitos. Yussif Ali Mere Júnior, presidente da Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante (ABCDT), alerta que a principal preocupação está ligada à menor oferta de tratamento à população: “A realidade que estamos vivendo na diálise é absolutamente incompatível com o sucesso do tratamento”.

Descaso histórico

O tratamento ficou quatro anos sem reajuste. Somente em janeiro de 2017 foi publicada no Diário Oficial da União Nº 06 seção 01, a portaria Nº 98, a última responsável por ajustar valores de procedimentos de Terapia Renal Substitutiva (TRS) na tabela de procedimentos, medicamentos, órteses, próteses e materiais especiais do SUS. O valor da sessão de hemodiálise passou de R$ 179,03 para R$ 194,20, com reajuste de 8,47%. Porém, a nova quantia ainda é insuficiente e as clínicas precisam arcar com a diferença de R$ 37,42 em cada sessão. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, 122 mil pacientes renais crônicos dependem do tratamento com terapia renal substitutiva para filtrar artificialmente o sangue, sendo que 100 mil dialisam em clínicas privadas que prestam serviço ao SUS.

Serviço

Manifestação por repasse de verba para hemodiálise no DF

Horário: 9h

Local: Secretaria de Saúde do DF (Setor de Áreas Isoladas Norte – SAIN – Fim da Asa Norte Bloco B – (antigo prédio da Câmara Legislativa)

O post Pacientes renais do DF protestam por repasse de verba para hemodiálise apareceu primeiro em Blog do Callado.

Fonte: odemocrata / gamacidadao / estruturalonline / blogdocallado
Author: Ricardo Callado

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*